Miar à Chuva

segunda-feira

Maravilhas...

Neste Natal tenho a referir e a elogiar dois filmes que ADOREI! Recomendo-os sem reservas a qualquer pessoa, tal é a qualidade que eles apresentam.
O primeiro é um filme já com uns anos (1998) e que saiu na série Y do Público. Falo do filme "Elizabeth" que, para além de uma maravilhosa caracterização e enredo ainda nos presenteia com actores excelentes. Ficam aqui algumas referências sobre este filme:

Argumento:
"Elizabeth" é uma excelente reconstituição histórica do percurso de Elizabeth Tudor, proclamada rainha de Inglaterra em 1558. Numa época em que a Inglaterra estava dividida entre católicos e protestantes, a rainha Mary Tudor não tem herdeiro e os seus apoiantes católitos temem a sucessão da sua meia-irmã Elizabeth, que é protestante. Convencem a rainha a mandar prender Elizabeth (Cate Blanchett) e a encarcerá-la na Torre de Londres. Mas a rainha hesita e recusa-se a assinar a sentença de morte da irmã. É então anunciado que Mary Tudor está grávida, mas afinal a rainha tem um tumor e acaba por morrer. A facção católica não tem, então, outra alternativa e Elizabeth sobe ao trono. O filme foi galardoado com vários prémios das mais variadas associações cinematográficas do mundo inteiro. Foi ainda nomeado para sete Óscares em 1999, tendo ganho o de melhor maquilhagem (Jenny Shircore). Cate Blanchet ganhou o Globo de Ouro de melhor actriz dramática.


Actores:
- Cate Blanchett;
- Joseph Fiennes;
- Geoffrey Rush;
- Richard Attenborough;
- Vincente Cassel;
- ...


O segundo filme fui vê-lo ao cinema e vim completamente extasiada! Desde o filme "Ruptura" que um filme numa sala de cinema não me impressionava assim tanto. Não há adjectivos suficientes para caracterizar este filme que mal saia para venda quero ver se comproi um exemplar para mim... É MAGNIFICO!!!!!
Falo do filme "Australia" que estreou recentemente nas salas de cinema portuguesas. Façam um favor a vocês próprios e vejam-no... MARAVILHOSOOOO.


Argumento:

«Austrália» é uma aventura épica e romântica, passada no início da segunda guerra mundial.
Conta a história de uma aristocrata inglesa, Lady Sarah Ashley, cujo marido, desesperado por arranjar dinheiro, passou o último ano na Austrália, preparando a venda do seu último bem: uma quinta de gado do tamanho de uma pequena cidade, chamada "Faraway Downs".
Suspeitando dos seus planos, Sarah viaja num hidroavião para este continente longínquo, com destino à tropical e remota Darwin, para tomar as rédeas do assunto. No entanto, ela é recebida, não pelo marido, mas sim por um rude e mal-educado vaqueiro, apenas conhecido como "O Condutor".
Na viagem por terra para Faraway Downs, Sara e o vaqueiro revelam uma profunda e mútua antipatia. Após uma inesperada mudança nos acontecimentos, Nullah, uma criança aborígene encantadora, surge, de repente, na vida de Sarah. Nullah revela a Sarah que nem tudo é o que parece: o cruel responsável pela quinta, Neil Fletcher tem uma parceria secreta com o maior proprietário de gado, King Carney, e juntos conspiram para ficar com suas terras.
Para salvar Faraway Downs, Sarah tem que unir forças com "O Condutor" e levar 1500 cabeças de gado através do idílico, porém impiedoso, norte australiano.
Juntos com Nullah vêem juntar-se à sua missão um grupo de inadaptados da quinta, incluindo o contabilista alcoólico, os dois pastores aborígenes, a empregada doméstica aborígene e o cozinheiro chinês Sing Song. Durante todo o caminho eles são acompanhados pela sombra de um misterioso aborígene mágico.
Sarah é transformada pelo poder e pela beleza do continente mais antigo do mundo, encontrando romance na paisagem, paixão no condutor de gado e amor maternal em Nullah. Mas, quando a segunda guerra mundial chega também à costa da Austrália, esta família invulgar é separada. Agora Sarah, "O Condutor" e Nullah têm que lutar para se reencontrarem no meio da tragédia e caos dos bombardeamentos japoneses a Darwin.



2 Comments:

  • O "Elisabeth" vi no cinema e gostei muito.
    Quanto ao "Australia" terei de ir vê-lo em breve...

    Ana Cristina e... Um BOM ANO 2009 para ti

    By Blogger Oficinas RANHA, at 6.1.09  

  • Fui vê-lo ontem e gostei.
    Ana Cristina

    By Blogger Oficinas RANHA, at 12.1.09  

Enviar um comentário

<< Home